Sintradete se faz presente na apresentação do novo secretário de emprego e relações de trabalho do Estado de São Paulo.

O Presidente Valdir José Lima esteve presente na apresentação do novo secretário de Emprego e Relações do Trabalho de São Paulo Davi Zaia, realizada na Força Sindical no dia 19/01/11. Zaia, foi presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas nos anos 1980 e 90, presidente do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e 1º secretário da União Geral dos Trabalhadores (UGT), a terceira maior central do país éo primeiro sindicalista a assumir a pasta. Tradicionalmente com poucos recursos, a secretaria de Emprego deve ser fortalecida por Alckmin. 

Zaia espera, com isso, “alterar” a forma com que as ações do Estado no mercado de trabalho tem sido realizadas. Os cursos de qualificação, diz ele, “sempre partiram de cima para baixo, quer dizer, o Estado definia o que iria ensinar e esperava os trabalhadores, e isso está errado”. A ordem, agora, é se apoiar no extenso levantamento realizado pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) junto aos 645 municípios do Estado que organiza as principais ocupações e as principais demandas das empresas. “Vamos, agora, procurar iniciativas informais que já existem e capacitar professores para oferecer aos municípios os cursos que eles precisam”, diz Zaia, que vai dividir, em 2011, o equivalente a R$ 130 milhões com a secretaria do Desenvolvimento para programas de qualificação. O dinheiro representa quase o dobro da média anual de gastos do governo federal ao longo do governo Luiz Inácio Lula da Silva, segundo dados do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), entre 2003 e 2010.

A indicação de Zaia veio, por meio do PPS – Zaia é o presidente stadual do partido. 
Mas o governador Geraldo Alckmin busca, também, uma aproximação com as centrais sindicais, que nas eleições do ano passado apoiaram Dilma Rousseff (PT) – a exceção da UGT, que ficou neutra Na foto estão Danilo Pereira da Silva presidente da Força Estadual, Mauro Cava, Marcos Milanez, Davi Zaia e o deputado estadual Antonio Ramalho(PSDB)